Projeto Cuba

História da obra missionária em Cuba

Nosso saudoso Pastor José Perozin sempre demonstrou o desejo de fazer com que a obra missionária da Assembleia de Deus adentrasse o país de Cuba, assim como já havia feito com outros países da América do Sul. Foi por meio de um casal que congregava no templo sede que Deus fez com que esse desejo se cumprisse.

Esse casal, irmão Zózimo e sua esposa, depois de um tempo congregando conosco na igreja sede, partiu para os Estados Unidos. Lá, conheceram o pastor Raul e sua esposa Terezita, que é irmã do irmão Erasmo. Numa conversa com eles, o irmão Zózimo comentou sobre o Pastor José Perozin para esse casal, que logo demonstrou interesse em conhecê-lo. Quando estavam de saída para o Brasil, a irmã Terezita ligou para Erasmo, que estava em Cuba, recomendando que ele orasse a Deus, pois aquela parecia ser uma oportunidade, preparada por Deus, de a obra missionária se estabelecer em Cuba.

Então, tendo vindo o casal para o Brasil, se encontraram com o Pastor José Perozin e, logo, embarcaram rumo à Cuba, acompanhados dele. Chegando lá, nosso saudoso pastor deu início à obra missionária em Cuba, na cidade de Vertientes, no ano de 2005, deixando o pastor Carlos Leonardo de Armas Cinta como responsável por aquela igreja. Retornando eles ao Brasil, trouxeram o irmão Erasmo que, alguns meses depois, se casou, construindo uma família e um ministério aqui no Brasil.

Regiões que estamos trabalhando

  • Havana

  • Vertientes

  • Colón

Imagens do Projeto Cuba

Por que evangelizar?

Uma das ordens mais cruciais que Jesus deixou para sua Igreja foi a de “ir por todo mundo e pregar o evangelho a toda a criatura”. Não foi um conselho ou uma sugestão do Mestre. Foi uma ordem explícita, motivada pelo infinito amor de Deus, que não quer que ninguém se perca, mas que venha a salvar-se.

Assim como Deus enviou seu único Filho ao mundo para salvar a humanidade, a Igreja deve enviar homens e mulheres a proclamarem o plano da redenção, ensinando as nações que Cristo salva, liberta, batiza, cura, transforma e, em breve, irá voltar. Essa deve ser nossa bandeira, nosso lema frente a um mundo tão corrompido e dominado por Satanás. Brilhar em meio às trevas e resgatar almas da perdição é, sem dúvidas, o que deve nos motivar e fazer com que prossigamos para o alvo.

O objetivo da Igreja, portanto, deve ser anunciar a todo povo o evangelho genuíno de Jesus, apregoando seu sacrifício e amor pelas almas. É por meio de nosso esforço e união como Igreja de Cristo que pessoas de toda nacionalidade, língua e etnia entrarão em contato com a graça que da Cruz emana, sendo salvas pelo poder da Palavra de Deus.

“Quão suaves são sobre os montes os pés dos que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!” Isaías 52: 7.

Por que contribuir?

Se fazer a obra missionária nos quatro cantos do mundo é tão importante, como fazê-la sem o devido suporte? Como realizar os objetivos da igreja no campo missionário sem dispor dos recursos necessários? Fazer a obra missionária não é fácil. Principalmente, quando se trata de uma família em um país estranho, sem saber falar a língua nativa fluentemente e com necessidades financeiras. É aí que entra o papel mantenedor da Igreja.

Contribuir na obra de Deus significa honrar a Ele com seus bens, colaborar com o sustento de famílias missionárias, favorecer a manutenção da obra e envolver-se com a expansão e propagação do evangelho pelo mundo. Além de tudo isso, bênçãos de Deus nesta vida e galardão divino na vida eterna se farão presentes na vida de quem se preocupa em contribuir para o crescimento da obra de Deus.

Aquele que contribui não só corrobora para que o plano divino da salvação seja bem-sucedido como também demonstra seu amor por Deus, por Sua obra e pelas almas a serem salvas. Portanto, usar a fé na contribuição é ser bem-aventurado em sua vida, é ser abençoador e, também, abençoado, é ser agente da obra de Deus, promovendo o avanço da Igreja na Terra.

“Honra ao Senhor com a tua fazenda e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão os teus celeiros abundantemente, e transbordarão de mosto os teus lagares.” Provérbios 3: 9, 10.

PEÇA JÁ O SEU CARNÊ